NomadVisa: Trabalho, vistos e residência em Portugal

Como a sua empresa pode se tornar nomad friendly?

Como se tornar uma empresa nomad friendly

Nomad friendly é uma expressão que vem se tornando muito popular com a ascensão do trabalho remoto e dos nômades digitais. Mais do que um estilo de vida, agora são as empresas – e até países! – que precisam se adaptar e criar uma cultura que seja pró-nômades digitais. Afinal, essa é uma das maneiras mais eficientes de atrair os melhores talentos pelo mundo.

Neste artigo, falaremos como se tornar uma empresa nomad friendly. Continue lendo!

Sim, estamos entrando na era dourada para nômades digitais que querem ter empregos formais! Já que são inúmeras as empresas que estão contratando nômades digitais neste momento. E tudo indica que esse número só tende a crescer.

Veja mais: Futuro do Trabalho: evolução dos formatos

O relatório do FlexJobs fala sobre como o trabalho remoto impacta o trabalho, e comprova o quanto o trabalho remoto está em ascensão. Uma das principais razões é o crescimento do número de pessoas que procuram trabalhar em qualquer lugar.

Se antes da pandemia a estimativa era de que apenas 37% dos trabalhos poderiam ser realizados remotamente, agora, muitos locais de trabalho se tornaram totalmente remotos e optaram por fechar completamente seus escritórios físicos.

Além disso, o relatório também comprovou o quanto o trabalho remoto aumenta a produtividade. Já que é comprovado que aumentou a produtividade das empresa em quase 5%. Isso acontece porque acabou o deslocamento e permitindo que as pessoas possam usar o tempo do jeito que preferirem para aumentar a qualidade de vida.

Uma outra pesquisa feita pelo Grupo Adecco com mais de 15 mil pessoas de diversos países, incluindo o Brasil, apontou que 82% se sentem mais produtivas em casa do que no escritório.

 

Como as empresas podem se adaptar ao trabalho remoto?

Embora muitas empresas tenham mudado para o trabalho remoto como forma de sobreviver à pandemia, isso também abriu caminho para um novo tipo de trabalho, com mais produtividade e eficiência.

Prova disso é que, no Brasil, segundo a Adecco, McKinsey e WeWork, 76% dos trabalhadores preferem o trabalho híbrido. Já no caso dos Estados Unidos, 30% dos americanos trocariam de emprego se fossem obrigados a voltar todos os dias ao escritório. 

Dessa forma, é mais do que essencial que as empresas comecem a adotar o trabalho remoto, caso for possível. Empresas como 3M, Airbnb, SAP, Hubbspot e Spotify já estão fazendo isso. 

Mas, como fazer isso? Continue lendo para saber mais. 

Passo 1 – Informe a todos sobre a transição remota o mais rápido possível

As empresas que passaram por um modelo de trabalho remoto temporário por causa da Covid-19 devem informar suas equipes que estão fazendo a transição para o trabalho remoto completo assim que decidirem. 

Sendo assim, quanto mais cedo você informar aos funcionários sobre a transição, mais tempo todos terão para fazer arranjos de uma forma ou de outra.

Passo 2 – Crie uma política de trabalho remoto

Uma política de trabalho remoto delineia todas as regras e diretrizes para trabalhar remotamente. Isso fará com que as pessoas estejam alinhadas sobre a cultura de sua empresa, o que se espera deles e como se comportar no local de trabalho virtual. Isso contempla:

  • Como os funcionários devem se comunicar;
  • Se for o caso, como os funcionários acompanharão suas horas de trabalho;
  • Qual software eles deverão usar;
  • Como funciona o gerenciamento de projetos, prazos e resultados;
  • Como a produtividade será medida e o desempenho avaliado;
  • Intervalos de trabalho, licença médica e políticas de férias;
  • Segurança e proteção do espaço de trabalho.

 

Tudo isso é importante porque é o que define a cultura, afinal, uma empresa com trabalho remoto precisa ter uma cultura remote first. 

Na pesquisa da Adecco, McKinsey e WeWork, 73% dos trabalhadores gostariam de ser avaliados por resultados, e não por horas. Essa informação deve ser importante na hora de decidir o modelo de trabalho e avaliação, já que um dos maiores benefícios do trabalho remoto é o horário flexível. 

Passo 3 – Determinar o modo de trabalho

Uma das vantagens do trabalho remoto é ter um horário flexível. Entretanto, certas funções, tais como as de atendimento ao cliente virtual, podem exigir que você programe o horário de trabalho dos funcionários para horários específicos.

Assim, para limitar as horas de trabalho dos funcionários e criar limites saudáveis para a vida profissional, você precisará delinear regras para a disponibilidade e programação dos funcionários, como por exemplo:

  • Quem pode trabalhar horas flexíveis;
  • Quando os funcionários devem ter disponibilidade (e em que fuso horário);
  • Quando devem fazer pausas (para desencorajar violações fora do horário de expediente);
  • Tempo de férias;
  • Como funciona a política de atestado.

Passo 4 – Decida quais ferramentas remotas sua equipe irá utilizar

Além de tudo, a sua política de trabalho remoto deve delinear quais ferramentas os funcionários utilizarão para suas tarefas de trabalho, o que faz parte dos rituais de trabalho. 

Existe a plataforma Google para produção de textos, planilhas e apresentações. O Slack para comunicação. O dropbox para armazenamento de dados. E muitas outras coisas.

As equipes remotas devem se comunicar mais do que no escritório. Já que alinhamento é muito importante. Entretanto, isto não significa que você deve bombardear as equipes com e-mails e mensagens 24 horas por dia, 7 dias por semana. Portanto, ter um guia de comunicação é crucial para o desempenho do time.

Passo 5 – Construa, todos os dias, sua cultura

Uma cultura remote first trata o trabalho remoto como uma forma padrão de trabalho. Isto significa que as empresas incorporam o trabalho remoto no próprio DNA de seus negócios.

O cerne dessa cultura é a colaboração natural, igual e humana. Na prática, isso significa criar os processos e a infra-estrutura adequados para promover o trabalho transparente e assíncrono, bem como proporcionar igualdade de acesso, oportunidades, benefícios e inclusão. 

 

Com uma cultura remote first, sua empresa passa a ser considerada uma empresa nomad friendly.​

Imagina todas as vantagens em trabalhar em uma empresa nomad friendly? Se você quer encontrar uma empresa nomad friendly pra chamar de sua, preencha o formulário da Nomadvisa. E se acha que a sua empresa precisa adotar esse formato, aproveite para compartilhar esse post! 

Mais artigos sobre 

🔔 Receba em primeira mão os novos conteúdos

Siga o Instagram do NomadVisa e seja notificado de novos artigos, posts e stories.

Receba nosso conteúdo por e-mail

Fique por dentro das novidades relacionadas a trabalho remoto, vistos para nômades, residência e oportunidades no exterior.